05
Jan 11
publicado por ahaliteratura, às 15:35link do post

 

 

rabiscos vieira

 

segue o comunicado da editora:

 

Sebald, Vila-Matas, Tom Sharpe, Douglas Coupland e Philip Pullman são algumas das apostas da Teorema para 2011, dando continuidade à qualidade que desde sempre marcou o seu catálogo.

O ano começa com a edição de Pátria Apátrida, antologia de ensaios sobre literatura austríaca de língua alemã escrita por W.G. Sebald.

Em Fevereiro, sairá Dublinesca, novo romance do catalão Enrique Vila-Matas que os críticos do suplemento literário Babelia, do espanhol El Pais, elegeram como o oitavo melhor livro publicado em 2010. O romance foi recentemente distinguido com o Prémio Jean Carreière.

 

Do francês Erik Orsenna, a Teorema editará, em Março, A Empresa das Índias, romance cuja acção decorre em Lisboa e é narrada por Bartolomeu Colombo, irmão de Cristóvão Colombo, quando este se prepara para iniciar a viagem em que acabaria por descobrir a América.

 

Também em Março chegará às livrarias portuguesas, o ensaio O Futuro e os Seus Inimigos, do filósofo espanhol Daniel Innerarity, por muitos considerado um dos mais importantes pensadores da actualidade.

 

A Herança Wilt, de Tom Sharpe, está prevista para Abril, enquanto em Maio sairá Os Amores Difíceis, de Italo Calvino. Nesse mesmo mês publicaremos a biografia Nós Queríamos Matar Hitler, de Philipp Freiherr von Boesaleger, o último sobrevivente da conspiração que tentou matar o Führer naquela que ficou conhecida, em Junho de 1944, como “Operação Valquíria”.

 

Uma temática similar tem o romance 116 chineses e Mais Alguns, do francês Thomas Heams-Ogus, que ficciona o campo que os italianos mantiveram durante a II Guerra Mundial e no qual, em 1941, internaram todos os asiáticos que existiam no país.

 

Nascimento de Uma Ponte, de Maylis de Kerangal, vencedor do Prémio Médicis deste ano, será publicado em Junho, e nele se descreve a construção de uma ponte suspensa na cidade imaginária de Coca, na Califórnia, recriada através do destino de uma dezena de homens e mulheres vindos de longe para trabalharem nesta enorme cruzada.

No mesmo mês sairá Le Testament d’Olympe, de Chantal Thomas, de quem a Teorema já editou O Adeus à Rainha, que venceu o Femina em 2002.

 

O polémico The Good Man Jesus, de Philip Pullman, é a aposta da rentrée. O autor da trilogia Mundos Paralelos (A Bússola Dourada, A Torre dos Anjos e O Telescópio Âmbar) foi  alvo de várias ameaças por retratar Deus como um patife, senil e impotente e caracterizar a Igreja Católica como uma burocracia corrupta e assassina. Pullman escreve que Maria era uma jovem inocente que foi visitada por um estranho que dizia ser um anjo. Depois dessa visita, deu à luz dois gémeos, Jesus e Cristo. Jesus é um orador apaixonado e carismático, que acredita que o reino de Deus está iminente, ao contrário do perturbado Cristo, que acredita na necessidade de uma Igreja e de uma História organizadas. Secretamente, Cristo regista e embeleza os ensinamentos do irmão, mas um estranho, que quer usar os ensinamentos controversos e as crenças de Jesus como o ponto principal de uma nova religião controlada por uma organização poderosa e rica chamada Igreja, impele-o a trair Jesus.

 

 

Também em Outubro, a Teorema editará o mais recente romance do canadiano Douglas Coupland, The Player One. Alvo Nocturno, de Ricardo Piglia, sairá em Novembro. O romance do escritor argentino ficou em terceiro lugar na lista dos melhores livros do ano do jornal espanhol El Pais.


 

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sinopse
"Ah, a Literatura!" é o novo programa de livros do Canal Q. Organizado numa lógica de clube de leitura, o programa destacará semanalmente um livro, lido e analisado por ambos os anfitriões, que procurarão acompanhar as novidades editoriais. Todos os episódios contarão com a presença de um convidado ligado ao mundo editorial e com uma série de rubricas rotativas.
Pesquisa
 
Arquivos
Subscrever feeds
blogs SAPO